A vingança só dura um instante e o perdão dura uma eternidade

O perdão não faz fraco ou covarde, faz forte, faz livre e tolerante

A vingança só dura um instante e o perdão dura uma eternidade

Há quem diga: que quem bate sempre esquece
Quem apanha é que se lembra da ferida
Depois vira uma cicatriz pra toda vida
Muitas vezes em alguém que nem merece
Nessa hora o cabra pensa, a se eu pudesse me vingar e descontar essa maldade
E o ódio lhe assalta a liberdade, lhe tornando cego, amargo e ignorante
A vingança só dura um instante e o perdão dura uma eternidade
Acredite e tenha sempre esperança que a justiça tenha sempre precisão
Na balança vinte gramas de perdão pesam mais que vinte quilos de vingança
Há quem diga: quem perdoa também cansa, pois pergunte isso a Deus, por caridade.
Já pensou? Já pensou se ele cansasse de verdade se tornando vingativo e intolerante…
A vingança só dura um instante e o perdão dura uma eternidade
O perdão talvez possa lhe curar, muitas consola quem chorou
É uma chave que liberta quem errou e quem teve a ação de perdoar
Quem perdoa te o dom de transformar, já que basta uma gota de bondade pra lavar o coração da humanidade
Só assim o home pode ir adiante
A vingança só dura um instante e o perdão dura uma eternidade
Perdoar talvez seja um recomeço, não entenda isso como esquecimento
Siga em frente
Que Deus faz o julgamento, cada um paga a conta no seu preço
A justiça nunca erra o endereço, mesmo cega só enxergar a verdade
Perdoar não faz fraco ou covarde, o faz forte, o faz livre e tolerante
Porque a vingança só dura um instante e o perdão dura uma eternidade.

Bráulio Bessa

 

Compartilhe nas redes sociais: