História de mães que perderam seus filhos de maneira violenta e o modo que cada uma encontrou para seguir em frente

Hoje, 30 de Agosto, o Brasil celebra pela primeira vez o Dia Nacional do Perdão.

A lei que instituiu a data, aprovada neste ano, foi proposta pela deputada Keiko Oka, que há vinte anos perdeu o filho, Ives, assassinado.

Uma realidade que atinge muitos pais e mães em um país com uma das taxas de homicídio mais altas do mundo.

São 29 mortes a cada cem mil habitantes no Brasil, segundo o Atlas da Violência.

A partir de hoje, a BandNews FM exibe uma série especial que conta a história de mães que perderam seus filhos de maneira violenta e o modo que cada uma encontrou para seguir em frente

 

CONTINUE LENDO

Compartilhe nas redes sociais: